fbpx

Boas notícias agitaram empresários do ramo de construção civil neste início de setembro, as previsões positivas veem de especialistas sobre o assunto.

Com a crise econômica estagnada no país, há alguns anos e uma constante desaceleração em vários setores, a construção civil deve voltar a respirar novamente a partir de 2020.

Seu ápice deve ser visto no ano de 2021, essa volta ao cenário civil deve ocorrer assim de forma gradativa.

Essa projeção é do Presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Sul, Aquiles Dal Molin Júnior, que palestrou na 2ª Semana da Arquitetura e Construção.

O evento promovido pela Sociedade dos Engenheiros e Arquitetos de Santa Cruz do Sul (Seasc) e Escritório Regional do Vale do Rio Pardo do Sinduscon, teve seu início na segunda dia 30/09 e seu término sexta passada dia  4/10.

Em entrevista coletiva, ele afirmou que existe grande expectativa de melhora do setor, veja alguns trechos abaixo:

“Estou presenciando os empreendedores adquirindo terrenos, tirando os projetos das gavetas e se adequando ao novo momento do mercado imobiliário. Então, a expectativa é positiva. ” diz.

Também de acordo com o presidente, a perspectiva de retomada do crescimento se iniciará em 2020, mas se dará principalmente no ano seguinte.

“Não estou falando em boom imobiliário e sim numa situação que efetivamente os empreendimentos serem feitos, vendidos, terem mercado constante. É uma normalização do mercado, que é muito mais saudável do que um boom”, avaliou.

“Com certeza será um ano de 2020 melhor e um 2021 melhor ainda, porque estaremos em um período de recuperação. ” conclui.

CBIC também Prevê Crescimento No Mercado Imobiliário.

A CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), projetou um crescimento de 10% a 15% tanto no aumento de lançamentos, como no número de vendas de imóveis, esses números são comparados ao ano anterior.

O aumento se deu por conta de grandes projetos financiados, que por meio de recursos originados na caderneta de poupança, e juntamente com a estabilidade nos negócios para projetos, envolvendo recursos originados do FGTS, cujo o orçamento caiu.

A expectativa passada pela CBIC é próxima ao do presidente Aquiles Dal Molin Júnior. Eles afirmam que em 2020 os números aumentem ainda mais, já que o mercado está em recuperação, ainda que algumas praças estejam mais aquecidas do que outras.

Portanto, 2020 promete ser um ano muito melhor para o setor e consequentemente vagas de emprego surgem com essa retomada, o setor já é hoje responsável pela maioria das oportunidades criadas no país, então só nos resta aguardar  a entrada do novo ano para ver.

 

Deixe seu melhor e-mail
Ex. DDD 11 99999-0000

Categorias: Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Fale Agora